Noticias

Serviço de transporte de motos quintuplica capacidade em 8 meses

Publicado o 27 Abril 2018

Em menos de um ano, foram transportadas quase uma centena de motos e o volume de negócios ultrapassou já os 25 mil euros
Garland estabelece parceria com Garagem Central do Porto, representante nacional exclusiva da Moto Morini, que inaugura sábado, 28 de abril

Lisboa, 26 de abril de 2018 – Foi em setembro do ano passado que a Garland Transport Solutions (GTS), empresa da área de transportes do Grupo Garland, arrancou com um serviço inovador de transporte de motos, o qual tinha capacidade para movimentar 20 viaturas em simultâneo. Oito meses e quase uma centena de motos transportadas depois, a empresa quintuplicou a sua capacidade, podendo agora movimentar 100 veículos num único serviço. Neste período, a GTS ultrapassou já os 25 mil euros de volume de negócios e, as encomendas em pipeline, permitem antecipar: “Vamos exceder largamente as nossas expectativas para o primeiro ano de atividade.”

Escolher andar de moto ultrapassa em muito a seleção de um meio de deslocação. É um modo de vida e quem o elege não o dispensa mesmo quando viaja para o estrangeiro. E, foi consciente desta realidade, e porque as solicitações para transporte de motos não parava de chegar à Garland, que a empresa desenvolveu as plataformas especificamente preparadas para o transporte deste tipo de mercadoria.

“A Garland começou por fazer pontualmente alguns transportes terrestres de motos. Habitualmente, os motards viajam de avião para diversas partes do mundo para participar em concentrações ou simplesmente em lazer e fazem transportar as suas motos via terrestre”, explicava, em setembro do ano passado, Sérgio Freitas, national director planning & execution da GTS.

Nos últimos oito meses, “importámos motos novas e usadas, bem como transportámos veículos para que os seus proprietários participassem em eventos de lazer. Provêm de diversos destinos europeus, mas os italianos são os nossos principais clientes”, adianta Luís Ribeiro, sales regional director da GTS. O responsável acredita que o serviço terá um “boom” de encomendas este verão a acreditar nas solicitações recebidas e em pipeline.

Parceria com representante da Moto Morini

A parceria entre Raquel e João Riem e a Garland começou na consultoria que prestaram para a conceção das plataformas concebidas especificamente para o serviço – habitualmente, o transporte de motos é feito em paletes normais em condições que não são as ideais para a integridade das viaturas.

“O serviço que a Garland presta é absolutamente inovador e o transporte de sete motos que fiz no ano passado veio demonstrar que é um parceiro de confiança”, garante João Riem, que há mais de 15 anos se dedica ao restauro e recuperação de motos, uma atividade que começou como hobby e que foi tomando cada vez mais espaço na sua vida.

No próximo sábado, dia 28 de abril, Raquel e João Riem inauguram, na rua da Alegria, o stand Garagem Central do Porto. O espaço de 600 m2, que integrará, além da venda de motos, oficina de manutenção, barbearia, estúdio de tatuagem, comercialização de vestuário e acessórios e venda de motos e carros antigos, era uma estação de serviço de 1930 que os proprietários recuperaram. Mantendo os traços originais do edifício, localizado no nº 1023, a Garagem Central do Porto assume-se como representante nacional exclusivo da Moto Morini, emblemática marca italiana de motos feitas à mão.

GTS transporta moto de 75 mil euros

Para a inauguração, a GTS importará sete viaturas de Itália, uma das quais construída em titânio, tendo um custo de 75 mil euros.

O stand Garagem Central do Porto conta ainda com parceiros como Carlos Gago na barbearia e Fruta da Época na tatuagem. O espaço terá ainda à venda vestuário e acessórios das conhecidas marcas Deus ex Machina e Red Wings Shoes.