Noticias

And the winners are…

Publicado o 20 Abril 2016

Pelo terceiro ano consecutivo, foi no Supply Chain Dinner que a Logística Moderna premeou as pessoas, empresas e projectos que no panorama logístico nacional mais se destacaram em termos de boas práticas e desempenhos. Com periodicidade anual são consideradas nesta cerimónia as seguintes categorias: Carreira e Figura do Ano, escolhidos pela revista; e ainda Acontecimento do Ano e Sustentabilidade, cuja votação é feita online pelos profissionais do sector.

Em relação à categoria “Acontecimento do Ano” a redacção da LM seleccionou os seguintes projectos/iniciativas: a inauguração dos pólos 1 e 2 da plataforma logística do porto de Leixões; a fusão da Transnautica com Forcargo e Cargolog; a compra da Portline por parte do Grupo Sousa; a vitória da MSC na privatização da CP Carga; a entrada da XPO Logistics na Europa através da aquisição do operador logístico Norbert Dentressangle; a aquisição da Uti Worldwide por parte do grupo DSV e a aquisição da TNT Express pela FedEx. Através do site da LM os logísticos votaram e escolheram como acontecimento do ano a compra da Norbert Dentressangle por parte da norte-americana XPO Logistics.

A outra categoria colocada a votação foi “Sustentabilidade”. A pré-selecção da equipa da LM fou para os seguintes projectos: Pro-e-Bike – projecto europeu de distribuição urbana; CHEP reduz emissões de CO2 em 20%; o projecto de produção de energia fotovoltaica levado a cabo pela Logifarma; Transportes J. Amaral aposta em célula de hidrogénio; Garland investe em sistema fotovoltaico e CTT renovam frota com 604 comerciais ligeiros, com reduções de consumo da ordem dos 3%, bem como a diminuição das emissões de CO2.

A escolha dos leitores da LM recaiu no projecto da Logifarma de produção de energia fotovoltaica. A aposta nas energias renováveis deve constituir uma prioridade de todos os agentes económicos, de forma a garantir a sustentabilidade energética e um ambiente mais limpo, através da redução de emissões de CO2, provenientes da combustão de combustíveis fósseis. A energia solar fotovoltaica constitui uma forma de gerar energia eléctrica através da conversão da radiação solar, sendo assim uma forma de energia limpa, renovável e amiga do ambiente.

O prémio figura do ano foi para Carlos Vasconcelos, managing director da MSC Portugal. Na sequência da privatização da CP Carga e da MSC ter apresentado a proposta vencedora a equipa da LM considerou perfeitamente justo que o Prémio Figura do Ano distinguisse Carlos Vasconcelos, enquanto administrador da MSC Portugal.

O último galardão da noite, o prémio Carreira, foi para Bruce Dawson, o homem que conduz os destinos de um grupo com 240 anos de história em Portugal e que tem no transporte e na logística os seus pilares e história: o grupo Garland.